Gastronomia

   

Suculenta posta (carne de vitela mirandesa assada na brasa), marrã (barriga de porco assada na brasa), casulas (vagens secas cozidas com carne de porco fumada), folar da Páscoa, presunto e enchidos, “económicos” (bolos tradicionais de Mogadouro), queijo de ovelha e mel. Guisado de borrego e cabrito, pratos de caça, perdiz, lebre e coelho são igualmente iguarias muito apreciadas na nossa região.

 

pantorra_peqMogadouro: Capital dos Cogumelos – Todos conhecem os cogumelos, mas poucos sabem que eles são ricos em proteínas, auxiliam a renovação celular, combatem a hipertensão e são sofisticados componentes das dietas de emagrecimento. Além disso, algumas espécies auxiliam no combate ao cancro e à SIDA. Os cogumelos constituem uma espécie tão rica e variada que passaram a ser estudados com mais atenção pela ciência. Estima-se a existência de 69.900 espécies em diferentes formas, tamanhos e cores, em ambientes tão variados como as geleiras dos pólos e as raízes das árvores. O cogumelo é rico em proteínas, fibras, minerais (cálcio, iodo, fósforo) e vitaminas, principalmente complexo B. Tem baixo teor de sódio e muito potássio, o que o torna um grande aliado dos hipertensos. Composto de 90% de água, tem poucas calorias (28 Kcal em média para cada 100 g) e quase nenhuma gordura. Mas o que dá ao cogumelo a fama de elixir da vida, “é o seu grande teor de ácido nucleico, substância que favorece a síntese das proteínas e a reconstrução celular”, afirma o nutricionista Midori Ishii, que cultiva cogumelos comestíveis em Itanhaém.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

four × one =